Dia dos Pais 2010 – Loja Brasília

Rômulo dos Santos Fernandes

Texto produzido para a Comemoração pelo
Dia dos Pais 2010, da Loja Brasília

 

Venerável, por definição, é aquele digno de veneração, muito respeitado, que ocupa uma posição importante.

Não é muito diferente da minha definição de pai.

Ser pai deve ser uma tarefa árdua, uma incessante viagem onde os papéis de protetor e amigo se confundem.

Quantas vezes um pai não tem que ver toda sua experiência de vida ser subestimada, quantas vezes um pai não tem sua sábia orientação rejeitada por falta de maturidade. Quantas vezes um pai não vê um abismo entre a mensagem que ele quer passar e o nível de entendimento do filho.

Mas, assim como Salomão, um pai não pode deixar sua sabedoria encontrar limites nas adversidades. Afinal ele tem consciência de que tem um pequeno aprendiz dentro de casa, dentro de seu templo.

Apenas depois de muito tempo é que esse aprendiz terá conhecimento e autonomia para se tornar companheiro.

Demora até entendermos os esforços de nossos guardiões para nos educar bem, demora até termos plena consciência do que foi feito por nós. Mas quem é pai já sabe disso, afinal, ele também já foi um aprendiz um dia.

E vejo hoje que ainda me falta muita percepção para com toda a sabedoria que vem me sendo transmitida pelo meu pai, o grande inspetor de minha formação como pessoa.

Mas quando olho para o horizonte, vejo que a soberania aguarda aqueles que se esforçam, e ser filho é, até certo ponto, ser lapidado a partir de pedra bruta, ser pai é ser arquiteto de uma nova vida, de uma nova consciência. É ter que tomar o cinzel, a trolha e tantos outros instrumentos da mão do aprendiz e fazer por ele, até que este tenha idade o suficiente para entender de coisas como liberdade, igualdade e fraternidade.

Portanto, obrigado a todos os pais, que tanto lutam e se esforçam na formação do caráter de seus filhos, vocês são as colunas sob as quais a próxima geração se erguerá.

X

Pin It on Pinterest

X